sábado, 7 de janeiro de 2012

THESIMS3 – PC COMPLETO

http://www.takeitgame.com/news/images/stories/The%20Sims%203/thesims3%20principal.jpgQuase dez anos de existência e agora os Sims tem uma cidade inteira a disposição. 

Quase dez anos de existência. Mais de 100 milhões de cópias vendidas. E mais uma série de recordes quebrados durante este percurso. Isso faz de The Sims quase um patrimônio cultural da humanidade — um patrimônio cultural que certamente fez a fortuna de muita gente. 
Ao longo dos anos, a série simplesmente mostrou uma forma completamente diferente de se jogar video game. Aparentemente, conseguir um emprego, uma namorada ou mesmo comprar uma televisão nova poderia ser tão divertido quanto encarnar um herói lendário em uma luta desesperada para salvar o mundo. 
Entretanto, este deslumbre inicial passou há algum tempo, hoje qualquer um sabe mais ou menos o que esperar da série: evolução e maior variedade em relação ao padrão inicial. Bem, e The Sims 3 consegue isso? De maneira geral, sim. Mas depende também do ponto de vista.
Sair de casa e ir para a cidade é certamente o ponto alto do jogo.
Basicamente, se você esperava na nova empreitada da EA um salto qualitativo semelhante ao que foi experimentado quando foi lançado The Sims 2, é melhor olhar novamente. The Sims 3 traz uma melhoria considerável em relação ao seu antecessor, sobretudo por disponibilizar ambientes interativos em uma sociedade bastante orgânica. 
Entretanto, uma parte bem considerável do jogo traz, realmente, “mais do mesmo” — como, por exemplo, o estilo gráfico, que se mantém idêntico. É claro, isso também é bom, já que cria aquela aura de familiaridade para quem joga a franquia a muito tempo. E os novatos? Estes certamente vão encontrar os Sims em sua melhor forma até hoje. 
Assim sendo, não seria precipitado considerar The Sims 3 como uma evolução mais minimalista. Basicamente, o ponto alto do título fica mesmo com os novos detalhes, com várias reformulações bem-vindas. Mas, é claro, você agora vai ter uma cidade inteira para explorar. Vamos a ela. 
Desta vez o Baixaki Jogos optou por fazer uma análise diferenciada. Como The Sims é uma franquia que agrada tanto garotos quanto garotas, resolvemos fazer uma análise dupla e apresentar o ponto de vista femino e masculino sobre o jogo. Afinal de contas, o que diverte os meninos neste jogo nem sempre é o mesmo que interessa às meninas.

Sim, The Sims 3 desde seu anúncio prometeu muitas inovações na parte de personalização de seus Sims. E as novidades vieram mesmo, porém a promessa foi tão grande que alguns jogadores podem acabar ficando decepcionados, já que esperavam muito mais do que o jogo realmente trouxe. 

Sims mais bonitos e parecidos com você
 
Em relação à aparência, o jogo tem tudo que a versão 2 já possuía e muitas outras opções e possibilidades. Você vai escolher o sexo do personagem e todos os seus aspectos físicos.  Já nos aspectos das cores, tudo ficou mais preciso com uma palheta que inclui os mais diversos tons, tanto no momento de escolher a cor de pele do personagem como nas de suas roupas ou acessórios. 
Recrie você e seus amigos com perfeição!Ainda não é possível mudar a altura de seu Sim, no entando é possível definir seu peso, deixando-o super magro ou gordo, e até mesmo definir seus músculos, deixando o Sim magrelo ou bombado. Já na idade, uma nova categoria foi adicionada, sendo que agora seu personagem por ser classificado como um jovem adulto, algo que não existia nas versões anteriores. 
Os Sims continuam conversando e falando frases engraçadas e sem sentido em Simlish. Ainda no quesito de personalização, você poder ajustar o tom de voz dos personagens ao criá-los exatamente como desejar. São várias opções e possibilidades sendo que é possível deixá-los com vozes finas e grossas, sendo as opções diferentes para cada faixa de idade do personagem e sexo. 
Na personalização do rosto, você vai sempre contar com as opções da personalização básica, utilizando modelos pré-definidos; ou a avançada, na qual você vai criar cada um dos itens, movimentando pontos e deixando tudo exatamente como deseja. Crie o nariz ideal, olhos, sobrancelha, altura das bochechas, mova a linha do maxilar, altura e largura do nariz, tamanho das orelhas e muito mais. Tudo para deixar seu Sim exatamente como você. 
Os grupos de roupas são os mesmos: roupa casual, formal, de praia, pijamas, etc. Porém, desta vez seu personagem pode usar meias, algo que não era possível nas versões anteriores do jogo. Além disso, todas as peças podem ser personalizadas, sendo possível escolher suas cores e estampas, e fazendo até mesmo uma roupa de tijolos se você desejar. 
Esta parte de personalização é bastante intuitiva e fácil de ser manipulada. Há a possibilidade de se alterar cores e padrões de partes específicas de uma mesma peça, por exemplo, uma blusa e o bolso separadamente — nada escapa ao seu controle. Escolha entre estampas e texturas padrões ou crie os seus próprios, sendo que eles podem ser usados muito além das roupas como nas paredes de sua casa, chão, móveis e até mesmo seu carro. Todas estas suas criações podem ser enviadas para a comunidade online oficial de The Sims 3 para que os outros usuários baixem de graça as suas e outras criações variadas. 
São poucas opções de cabelos para os homens, todavia muitos acessórios, estilos de maquiagem e até mesmo sardas e pintas. Não é possível mover as pintas ou escolher suas localizações, elas ficam em lugares pré-determinados dos personagens. Outro ponto que merece atenção neste editor é o umbigo dos personagens: eles são muito altos. Não é possível mover a altura do umbigo, e ele realmente é desproporcional, ficando quase no estômago, o que causa uma estranheza bastante grande.
Libere toda a sua criatividade e imaginação no novo editor do 
game.
Na sequência, é permitido definir aspectos da personalidade do personagem, sendo que este ponto em especial também prometia trazer muitas mudanças ao game. Realmente são muitas as opções, podendo escolher as mais diversas características para compor seu Sim. São até cinco características, sendo que se você usar uma apenas, por exemplo, seu personagem vai ter esta qualidade específica exacerbada. 
Crie um cleptomaníaco, alguém que gosta de beijar, que odeia crianças, um neurótico, uma pessoas festeira e combine características para montar o Sim desejado. Esta personalidade montada vai influenciar durante todo o jogo na forma como seu personagem vai se comportar, nos seus objetivos e aspirações. Um viciado em trabalho fica infeliz por faltar o trabalho; já um neurótico ficará o tempo todo checando se o gás está fechado e as portas trancadas. Sendo assim, tenha cuidado ao personalizar seu Sim, pois estes traços irão marcá-lo por toda a sua vida. 
Além disso, você ainda poderá definir preferências de seu Sim, como seu gosto culinário, literário, musical etc. Estes itens vão definir as afinidades deles com os outros personagens do jogo, além de influenciar em seus desejos e satisfações. Alguém que gosta de sushi terá muito mais satisfação em ler um livro sobre culinária japonesa, ir a um restaurante do gênero ou aprender a cozinhar determinado prato. Lembre-se sempre deste desejo para manter o Sim satisfeito. 
Antes de se mudar para Sunset Valley, você ainda pode escrever uma breve biografia de seu personagem ou de sua família, porém saiba que ela não serve para muita coisa, não influenciando no decorrer do jogo. 
Conhecendo pessoas novas e se tornando popular 
Seu Sim pode ser uma pessoa simpática ou mesmo um velho ranzinza, porém ao viver em sociedade ele será obrigado a interagir com outras pessoas em determinados casos. Dependendo das características do seu personagem, mesmo sem você mandar, ele pode estar andando na rua e de repente começar a conversar com um desconhecido. Ou mesmo evitar a interação com outros personagens, ficando frustrado ao ter que conversar. 
Não conhece ninguém? Não tem problema, basta abordar as pessoas na 
rua.Sempre que conversa com alguém, um medidor surge na parte superior esquerda da tela para indicar o grau de relação que seu Sim possui com determinado personagem. 
Vocês sempre começa, como meros conhecidos e, dependendo do rumo da conversa, a amizade pode surgir ou mesmo o ódio começar a brotar um pelo outro. Construir laços não é algo simples e rápido neste jogo. No caso de um romance, por exemplo, você deve ir devagar para não assustar seu alvo de desejo e afastá-lo de você. 
A barra que indica as relações vai sempre mudar a cada interação realizada. Ela pode ir se enchendo da cor verde, indicando a aproximação entre os Sims, que podem ir de meros conhecidos a melhores amigos ou mesmo namorados. Entretanto, se ela for ficando vermelha é porque a relação não está muito boa e isso quer dizer que vocês estão começando a se desgostar. Conforme a relação evolui, novas opções de interações vão surgindo como beijos, abraços e assim por diante. Quando se tornam amigos, os Sims vão ter também a opção de fazer piadas internas com outros Sims, convidá-los para sair, dormir em sua casa e assim por diante. 
Agora seu personagem vai contar com um celular, não precisando ir para casa para poder ligar para quem quiser. Tudo está mais simples e real, sendo ainda possível visitar seus conhecidos em suas próprias casas. Bata na porta e espere ser atendido. Se o amigo estiver disposto a recebê-lo, você pode entrar e utilizar a sua casa, porém se ele expulsá-lo ou mesmo não o conhecer, não será tão simples assim de entrar. 
Tudo que Sunset Valley tem para oferecer 
O grande foco de The Sims 3 é o tão prometido mundo aberto no qual o personagem poderá ir para a cidade e conhecer outros lugares. Enquanto em The Sims 2 você passava 95% do tempo em casa, agora possui toda a cidade de Sunset Valley para explorar. 
Para ir de um lugar ao outro, basta clicar no botão do Mapa (do lado esquerdo) e em seguida definir qual local deseja ir. No modo mapa, você pode ver toda a cidade de cima, sendo que ícones identificam cada um dos lugares que podem ser visitados. O jogo ainda conta com um filtro, permitindo escolher para visualizar apenas as casas de amigos, as casas a venda, espaços públicos, lugares para se encontrar emprego, lojas e mais. Desta forma, vai ser difícil se perder em Sunset Valley já que você vai estar sempre selecionando o que vai ver e onde deseja ir. 
Inicialmente, seu Sim vai se locomover pela cidade sempre de táxi, bastando clicar onde deseja ir para ele buscá-lo. O táxi não é pago. No futuro, se você tiver dinheiro, pode comprar um carro particular e ainda dar carona aos seus amigos conforme desejar. Assim como na versão anterior, para ir a escola ou trabalhar, o ônibus escolar ou carro da empresa vai sempre passar para buscá-lo no horário correto. Se ele for muito próximo um do outro, siga a pé. 
É possível acompanhar o carro e mesmo visualizá-lo de perto, vendo seu personagem através do vidro, porém nunca de dentro dele. Diversas atividades e locais podem ser visitados, infelizmente não é possível visualizar o interior de todos eles. Se seu personagem vai, por exemplo, a uma lanchonete ou restaurante, o jogador não é capaz de visualizar o seu interior, apenas a parte de fora, enquanto o personagem realiza suas ações no interior do prédio, sem ser visto.
Locais como prédios comerciais, spas, mercados, livrarias, lanchonetes, galerias de artes, cinemas e restaurantes podem ser visitados, mas não vistos, sendo a exceção a academia. A academia pode ser visualizada por dentro na sua totalidade e você continua controlando seu personagem no seu interior, definindo todas as suas ações e afazeres. Coloque-o para nadar, malhar, correr, tomar um banho e assim por diante, cuidando da saúde, corpo e aparência. 
Espaços abertos como o cemitério, a praia e o parque também podem ser visualizados inteiros e cada um deles conta com suas particularidades. A praia está quase sempre deserta e seu Sim não pode entrar no mar. O cemitério está sempre cheio de fantasmas com os quais você pode interagir como se fossem pessoas vivas, desenvolvendo laços de amizade e assim por diante. Neste local ainda é possível explorar os antigos mausoléus e encontrar itens variados que lhe sirvam no decorrer do jogo, ou até mesmo mudar os epitáfios escritos nas lápides dos mortos. Seja criativo! O parque também é um pouco deserto, mas um bom lugar para conhecer pessoas e ler um livro.
Fantasmas podem interagir livremente com seus Sims.
Lembrando ainda que você vai encontrar mesas de xadrez pela cidade toda, nas quais pode praticar ou desafiar outro Sim melhorando sua inteligência; assim como locais de pesca, onde é permitido pescar e cozinhar delícias na sua cozinha, ou mesmo vender peixes e viver disso. Teste suas possibilidades e decida no que deseja se aprimorar, sem se esquecer de levar em conta os desejos específicos de seu Sim. 
Atividades corriqueiras como limpeza, cuidar do seu jardim e pagar as contas continuam existindo, não se esqueça delas. Você pode também contratar funcionários e solicitar serviços como empregadas, babás, jardineiros, técnicos e outros, sendo que eles podem realizar tais serviços para você. Porém, isso vai custar dinheiro. 
Outros Sims podem ligar para você para contratar seus serviços. Se você está cultivando um jardim, por exemplo, eles podem ligar para pedir ajuda ou dicas sobre plantas; ou mesmo contratar seus serviços dependendo de suas habilidades: escrever um livro, comprar peixes pescados, contratá-lo para consertar coisas conforme você for capaz. 
Um ponto negativo do jogo, que está presente em todas as versões anteriores e ainda não foi solucionado é a impossibilidade de se pular atividades como dormir ou trabalha. Este processo, mesmo que o jogo seja colocado em sua velocidade mais rápida, demora muito para passar e nada resta ao gamer senão ficar esperando que o seu Sim acorde ou saia do trabalho. 
Ganhe dinheiro e conquiste seus sonhos.Quando seu personagem está no trabalho, você pode definir se ele vai trabalhar duro, fazer corpo mole, fazer os relatórios do chefe, conversar com os colegas e muito mais. Cada ação tem um efeito diferente sobre o status do Sim. De acordo com a sua personalidade, estas decisões são as que vão determinar se você fará mais amigos ou será promovido. Não é possível visualizar o interior do trabalho, assim como os outros prédios. Neste caso, se você der zoom e se aproximar demais de determinado espaço, ele ficará cinza, como se nada estivesse ali. Isso é realmente muito frustrante, pois a grande maioria dos jogadores esperava que esta promessa de mundo aberto permitisse a entrada de verdade nos lugares, isso não foi atendido, ou seja, ainda é super limitado. 
Além do seu objetivo de vida, surgirão sempre “quests”, que são missões propostas ao seu personagem de acordo com a sua personalidade. Estas missões são a parte do seu grande objetivo de vida. Você pode ter no máximo quatro destas missões ao mesmo tempo, sendo sempre recompensado de alguma forma quando alcançá-las. Vale ressaltar que estas missões vão surgindo com o tempo e cabe a você aceitá-las ou não. Porém, se resolver aceitar, cumpra-as com sucesso para não ter um personagem frustrado com a vida. 
Algumas mudanças, aparentemente pequenas, também fazem parte do jogo, sendo que influenciam na jogabilidade diretamente. Assim como na versão anterior, você pode dar festas e agora elas podem ser feitas em espaços públicos, como piscinas do bairro ou mesmo na praia. Existe um número limite de convidados para cada ambiente e você não pode convidar quem não conhece. Infelizmente, não existe mais o medidor de desempenho da sua festa e você só vai saber se ela foi um sucesso ou um fracasso quando seus convidados forem embora.
Faça festas de arromba com toda a vizinhança.
Outra diferença é que seu Sim pode comer as sobras do que fez no almoço, e assim por diante. Imagine que você more sozinho. Na versão anterior do jogo, sempre que fosse comer você deveria cozinhar, porém agora pode guardar a comida que sobrou e comer mais tarde. Tome cuidado para não deixar nada apodrecer ou seu personagem pode ficar com nojo. 
Em relação às habilidades, existem diversas formas de adquiri-las, sendo que você pode ler sobre o assunto, praticar ou mesmo fazer aulas sobre temas determinados. Estas aulas e leitura de livros também levam bastante tempo, mesmo adiantando o jogo vai demorar para que seu personagem acabe de realizar a tarefa proposta por completo. Lembrando que é sempre possível parar e retomar a atividade depois. 
Geralmente estas habilidades devem girar em torno de sua profissão, sendo muitas opções de trabalho nesta cidade. Você pode trabalhar o dia todo ou meio período, dependendo de suas ambições e prioridades. Ser cobaia no hospital, isca de criminosos, coveiro, doador de órgãos, lanterninha do cinema, guia da galeria de arte e até mesmo fã são algumas das profissões. Sim, escolha sua profissão e trilhe uma carreira na área indo de fã a um super rock star ou de cobaia de experiências médicas e um verdadeiro cirurgião. 
Para conseguir empregos você possui três opções: consultar o jornal, a internet, ou ir diretamente à cidade, no prédio onde deseja trabalhar e verificar as vagas disponíveis. Veja o salário, analise as suas oportunidades, escolha a carreira que mais combina com seu personagem e sua personalidade e siga em frente. Além de trabalhar, se for bem sucedido e ganhar muito dinheiro, você pode se tornar sócio de todos os estabelecimentos da cidade ou até mesmo comprá-los por completo, vivendo apenas dos lucros sem a necessidade de esforço algum. 
É possível ajustar a velocidade com que seu Sim envelhece e acelerar ou retardar este processo. Ele pode morrer de velho ou em outras situações de acidentes, sendo que neste caso se torna mais um dos tantos fantasmas de Sunset Valley e continua no jogo, porém vivendo no cemitério com direito a uma lápide e seu próprio epitáfio. Quando morre, o personagem recebe a visita da Dona Morte. Ao chegar ao cemitério (esteja seu Sim vivo ou morto), ele deve logo encontrar o famoso personagem Palhaço Trágico, conhecido desde o primeiro The Sims. 
Junte-se a eles ou assuma a postura de prefeito.Os personagens vão sempre querer coisas melhores como pessoas reais: casas maiores, mais roupas, carros mais potentes, mais conforto, seguranças e assim por diante. Não os desaponte. O modo de compra do jogo também está mais completo, com mais opções e possibilidades além de estar organizado de forma mais fácil de encontrar o que necessita. Escolha o cômodo da casa e os itens serão identificados por figuras para que você escolha se precisa de um sofá ou uma cadeira e em seguida escolha seu modelo predileto. Ainda em relação a decoração, desta vez o posicionamento dos objetos está mais livre, sendo que você pode girá-los e deixá-los no sentido e no cômodo que desejar, sem restrições. 
Outra possibilidade de compras é na própria cidade, onde você por escolher ir ao mercado ou mesmo à biblioteca. Também não dá para visualizar o interior destes lugares, contudo uma lista vai surgir em tela com os itens disponíveis para venda e seus respectivos preços para escolher o que deseja levar, selecionar e comprar. No mercado, você vai comprar novos ingredientes que não estão na sua cozinha, e assim aprender a fazer mais receitas alem de varia seu cardápio. Sobre os cursos, vale lembrar que não existe um escola na cidade e que eles são dados em lugares relacionados ao seu tema, por exemplo, cursos de culinária em restaurantes, e assim por diante. 
Quem gostou da segunda versão da série, certamente vai gostar mais ainda desta terceira. E mesmo devendo controlar suas expectatvas ao máximo antes de começar a experiência, este é sem dúvida alguma um jogo viciante que vai deixar os fãs entretidos nos próximos anos.

Finalmente aconteceu. Aquela possibilidade apenas ensaiada em The Sims 2 encontra agora a sua máxima expressão. Você agora pode perambular livremente pela cidade, fazer amigos, arrumar rixas e, de forma geral, interagir com praticamente qualquer coisa que aparecer pelo caminho. 
As possibilidades de socialização são potencialmente infinitas. Ou quase. Já que o seu trabalho ainda será parte abstração. Você se desloca até o local (que pode ser um jornal, um centro de pesquisas ou mesmo um reduto do crime organizado), e até mesmo interage com a sua rotina de forma indireta. 
Mas nada de entrar no prédio. O mesmo vale para restaurantes, lanchonetes e mercados. Uma vez que você adentre o local, é pura abstração. 
Entretanto, nada que tire a impressão de uma autêntica comunidade suburbana. Você agora será completamente livre para explorar, visitar locais públicos (como parques, cinema, biblioteca, praia e academia), e também poderá finalmente dar as caras na casa de um vizinho — embora o seu personagem possa ser sumariamente enxotado caso se torne inconveniente.
Os seus amigos agora também não precisam, necessariamente, pertencer ao plano terreno. Basta gastar algumas horas dentro do cemitério de Sunset Valley, e você provavelmente vai garantir algumas amizades bastante pitorescas — aliás, o cemitério será agora a morada final também para o seu Sim, que não vai mais simplesmente desaparecer quando a sua hora chegar. 
Novamente, para ganhar o telefone de um(a) Sim, basta manter um contato inicial com o personagem. Depois disso, basta convidá-lo para ir até a sua casa, ou você mesmo pode dar as caras (caso não tenha um carro, é só apelar para o bom e velho táxi). 
No mais, espere cenas de ciúme, xingamentos, discussões acaloradas e demonstrações patentes de fanfarronice. Tudo isso utilizando o inconfundível “Simlish (a famosa linguagem do jogo, fruto de conversações sem sentido de vários comediantes). 
Explorar o terreno também pode ser uma boa ideia. Além de acontecimentos fortuitos com outros Sims, você ainda pode pescar ou simplesmente sair colecionando algum tipo de coisa (existe um assistente específico para coleções). Os desbravadores ainda podem acabar com surpresas totalmente inusitadas — sim, estamos falando aqui do clássico humor da série. 
Que tal um cleptomaníaco emocionalmente instável? 
A personalidade singular do seu Sim ainda vai influenciar grandemente em como as interações sociais acontecem. Isso porque os simpáticos ratos de laboratório agora ganharam uma gama de possibilidades psicológicas para muito além da prosaica escolha de signo de The Sims 2. 
Os relacionamentos estão ainda mais realistas.Nada disso. Agora “frankensteins” verdadeiramente únicos podem pular modo de criação de personagens. A ideia é simples e funcional: você tem cinco espaços para traços de personalidade, que vão de cleptomaníaco até artístico, gênio, cabeça quente e maligno. 
Esses traços terão uma influência direta em como o seu Sim se relaciona com a comunidade, com o trabalho e mesmo na forma como ele encara as situações. Quer dizer, um sujeito cabeça quente provavelmente vai ficar estressado mais facilmente, enquanto que um neurótico pode ter crises totalmente inesperadas. 
Com base nos traços de personalidades do seu Sim, ainda é possível escolher um objetivo de longo prazo. Caso você tenha certa predileção por livros, por exemplo, uma opção seria acabar como âncora do jornal local. Ou, caso o seu Sim seja um sujeito mais familiar, talvez a ideia seja ter uma família grande com filhos bem sucedidos. 
O seu comportamento também vai influenciar na rotina de trabalho. Crie um jornalista cabeça quente, e provavelmente ele vai acabar se estressando um pouco além do razoável em um dia particularmente agitado de trabalho. Aliás, essa seria uma boa hora para relaxar ou conversar com companheiros de trabalho — embora isso, conforme já dito, aconteça apenas através de menus. 
E o cotidiano dos seus Sims continua marcado por imprevistos. Bem, agora são oportunidades, que podem ou não ser aproveitadas. Exemplo: a redação do jornal em que você trabalha está completamente abarrotada de trabalho. Será que o seu infausto sujeito — ainda abaixo da base da pirâmide do poder — vai querer aproveitar a oportunidade para fazer umas horas extras de trabalho para garantir alguma visibilidade no trabalho? 
Ou, seu chefe acredita piamente que você deve ler algo sobre a legislação que envolve calçadas e ruas. Porém, o fato de a ideia parecer francamente absurda, aceitar também pode garantir vantagens futuras — deixando o seu Sim um passo mais próximo da sonhada posição de destaque no trabalho. 
Recompensas duradouras 
Mostre quem você!Mas estes traços não têm que ser definitivos, é claro. Não se deu muito bem com a tendência “tecnófoba” do seu Sim? Ou, quem sabe, a ideia de colocar o traço “odeia crianças” esteja dificultando um pouco a sua recém-criada família? Tudo bem, basta juntar pontos de felicidade duradoura, e comprar uma das recompensas disponíveis no jogo: “crise da meia-idade”. 
Aliás, ao realizar os objetivos de vida do seu Sim, você pode garantir uma série de vantagens. Que tal, por exemplo, ter que ir menos ao banheiro? Ou quem sabe dormir mais rápido possa ajudar a realizar algum objetivo pessoal? É isso aí. O negócio é juntar os tais pontos. 
Levantando as paredes 
O modo de construção de The Sims 3, embora mantenha boa parte das características do seu antecessor, traz algumas melhorias de ajuste fino. Você agora pode esticar/aumentar paredes, além de poder colocar telhados com diversos formatos diferentes — se bater a preguiça, é só selecionar o telhado automático. Você também pode escolher a largura das escadas, utilizando para isso uma barra deslizante. 
A ferramenta para nivelar terrenos também passou por uma reformulação. Em vez de simplesmente trazer dois tamanhos diferentes de círculos, agora você também pode elevar áreas específicas do seu terreno utilizando também o formato quadrado. Certamente uma maneira prática de se criar uma calçada.
Os arquitetos também poderão se divertir.
E, para fechar o pacote, a ferramenta de estilo de The Sims 3 ainda deve servir para que você transporte qualquer textura, de qualquer objeto, diretamente para as paredes ou chão da sua casa. Neste caso, a criatividade é o limite. 
Embora The Sims 3 não seja propriamente uma revolução dentro da franquia — pelo menos não do nível da encontrada em The Sims 2 —, trata-se sem dúvida de uma ampliação de horizontes para os adorados ratos de laboratório da EA. Afinal, agora eles finalmente ganharam o mundo, passando a viver como uma autêntica sociedade. 
É claro que a carência de um modo online é evidente, principalmente pelo atual contexto,que interliga todo o universo do jogo. Além disso, caso você realmente queira trazer estilos diferentes para dentro do jogo, o negócio é gastar dinheiro — nada de “simoleons”, estamos falando de dinheiro vivo mesmo. 
Por fim, um belo salto qualitativo, com algo de tremendamente familiar, e sem perder o apelo clássico e cotidiano do jogo. Sem dúvida, vale a pena conferir



baixar via torrent
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário